terça-feira, 31 de agosto de 2010

Conversa Afiada: Pelotão de fuzilamento da Globo não atinge Dilma

O interrogatório global

Hoje, antes de escrever este post, li com atenção a transcrição da entrevista, que achei melhor chamar de interrogatório, dos srs. William Waack e Cristiane Pelajo, do Jornal da Globo, com (ou devo dizer contra) Dilma Rousseff.

Fiquei impressionado com duas coisas.

A primeira, a frieza  com que ambos se entregaram à missão de obter uma declaração comprometedora de Dilma, como fossem interrogadores policiais. Depois de uma primeira pergunta aparentemente superficial – mas com alvo certo – o resto foi muito mais acusação que qualquer outra coisa. Pouco faltou para um “confesse!”…

A segunda, a superioridade moral e intelectual com que Dilma os enfrentou.

(texto de Brizola Neto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são moderados. Tenha calma, seja cordial e racional.